A 30 de Abril deu-se a mais recente tentativa de golpe de Estado na Venezuela, encabeçada uma vez mais por Juan Guaidó e Leopoldo López, membros do partido de extrema-direita Voluntad Popular. Com a ajuda de poucas dezenas de militares, Guaidó libertou López da prisão domiciliária e ocupou a pequena base aérea La Carlota. O apoio...


Não é um acaso que a abstenção tenha sido a vencedora na maioria das eleições europeias. A crise dos órgãos da democracia burguesa é internacional, e duas décadas de políticas de ataques aos direitos laborais e de cortes nos serviços e no investimento públicos deixaram a sua marca na memória dos trabalhadores e da juventude. Em...


Agora continuar a luta para acabar com os cortes e defender os direitos democráticos!

As eleições de 28 de Abril representaram uma devastadora derrota para o bloco reaccionário. Depois de anos de nacionalismo espanhol e de uma furiosa campanha contra o povo catalão e o direito à autodeterminação,...


A 30 de Março completou-se um ano desde a Grande Marcha do Retorno, que reuniu dezenas de milhares de palestinianos diante do muro que separa Gaza e Israel para exigir o fim do bloqueio e da ocupação, e pelo direito ao regresso dos palestinianos expulsos das suas terras em 1948 e 1967. O exército israelita respondeu com feroz repressão...


A 23 de Janeiro, Juan Guaidó, Presidente da Assembleia Nacional desde 5 de Janeiro, auto-proclamou-se Presidente Interino da Venezuela. Baseando-se no artigo 233º da Constituição, Guaidó justificou-o com a “ilegitimidade” da eleição de Maduro. Na realidade, as eleições de 20 de Maio de 2018, que elegeram Maduro como Presidente com...


O Haiti vive uma autêntica rebelião social, os protestos que começaram a 7 de Fevereiro converteram-se numa greve geral que paralisou o país com escolas e lojas fechadas, bancos atacados e postos de gasolina incendiados, estradas e principais cidades bloqueadas por barricadas. Dezenas de milhares de pessoas saíram diariamente à rua...


O julgamento dos prisioneiros políticos, acusados de organizar o referendo do dia 1 de Outubro, mostra mais uma vez a natureza reacionária e anti-democrática do Estado Espanhol e da decisão do governo do PSOE (Partido Socialista Obrero Español) de ignorar as aspirações democráticas do povo da Catalunha. Ao embandeirar em arco com o...


Sindicato de Estudantes

Os cookies facilitam o fornecimento dos nossos serviços. Ao usares estes serviços, estás a permitir-nos usar cookies.