A direita espanholista sofreu uma queda histórica nas eleições de 14F na Catalunha. Somando todos os seus votos, Vox, PP e Cs apenas alcançam 17,11% dos votos emitidos, face aos 29% colhidos pelo PP e Cs em 2017. A sua representação parlamentar desce também, passando de 40 a 20 lugares num total de 135.


A 3 de março, Sarah Everard foi sequestrada e posteriormente assassinada por Wayne Couzens, um polícia de 48 anos no activo, que havia sido preso alguns dias antes por exibicionismo público num McDonalds. Apesar disso, Couzens continuou a servir como polícia na segurança do Parlamento, mantendo o seu distintivo e arma.


Quando ainda não se extinguiram os ecos da campanha de criminalização contra o movimento feminista, o tabuleiro político sofre um novo terramoto: o PP (Partido Popular) de Isabel Díaz Ayuso dá um passo em frente e convoca eleições antecipadas na Comunidade de Madrid.


As mobilizações de dezenas de milhares de jovens exigindo a liberdade de Pablo Hasél provocaram um terramoto político. As imagens de extrema violência policial em Barcelona, Madrid, Valência e outras cidades foram ocultadas após uma estrondosa campanha de criminalização que vem de longe.


Está na hora de as nacionalizar sob o controlo dos trabalhadores e por um fim às patentes!

O espetáculo a que estamos a assistir entre a multinacional farmacêutica AstraZeneca e a União Europeia (UE) a respeito da produção e distribuição da...


Sindicato de Estudantes

Os cookies facilitam o fornecimento dos nossos serviços. Ao usares estes serviços, estás a permitir-nos usar cookies.